News:
Casa » Outros Destaques » Ao levar picada de cobra, Vereador revida e mata animal com mordida

Ao levar picada de cobra, Vereador revida e mata animal com mordida

Eu já tinha isso na cabeça: no dia que uma cobra me morder, eu mordo ela. “Vereador Álvaro Teixeira”.

cascavel

Um vereador do município de Juru, no Sertão paraibano, recebeu alta hospitalar nesta segunda-feira (17), após ser picado por uma cobra cascavel e matar o réptil com uma mordida na região da cabeça. O caso aconteceu com Álvaro Teixeira (PSB), de 36 anos, na última quinta-feira (13). O animal morreu após a mordida do vereador.

Teixeira explicou que costuma ir diariamente a uma propriedade que possui a 5 quilômetros de Juru. Na quinta-feira, ele foi ao local sem bota para colher palma. Foi quando o animal deu o bote. Segundo o vereador, a cascavel tinha cerca de um metro de comprimento.

“Senti a fisgada na perna. Quando olhei, era uma cascavel. Daí eu peguei e mordi ela porque fiquei com muita raiva na hora, foi instinto”, contou o vereador.

Após revidar a picada, o político pegou o animal morto e foi direto para o hospital da região. Segundo ele, a equipe do local só acreditou que ele tinha sido picado por uma cascavel quando visualizou de fato o animal morto.

Depois disso, ele foi transferido para um hospital de Campina Grande, onde ficou internado até esta segunda-feira e chegou a tomar cinco soros. Nesta terça-feira (18), Álvaro Teixeira já está de volta a Juru, onde os moradores ficaram assustados com a notícia.

“Reagiram com espanto pelo fato de eu ter pego e matado a cobra com o dente. Como é um animal muito repugnante, causa logo medo. A cascavel é bem característica porque tem a base, quando você vê, corre, desmaia, sai de perto. Eu não. Tenho um certo costume, fui criado no campo. Eu já tinha isso na cabeça: no dia que uma cobra me morder, eu mordo ela”, disse.

Sobre as atividades no campo, o vereador afirmou que só não retomou ainda por conta das recomendações médicas. Por isso, deve passar mais dois dias de repouso. As atividades na Câmara Municipal só voltam na primeira quinzena de agosto, tempo suficiente para a recuperação do vereador.

G1ES.

Sobre simoes

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*